Como não amar Girls in the House?

♫ WE KNOW HOW TO HAVE FUN TONIGHT ♫

Resultado de imagem para girls in the house

Filmado no The Sims 4, Raony Phillips teve a brilhante ideia de criar uma historinha no jogo e fazer as melhores dublagens com músicas, clipes e tudo o que tem direito.

Honey, Duny e Alex são três mulheres que administram uma pensão onde as maiores confusões acontecem. Tem sequestro, assassinato, brigas e tudo que uma boa série tem que ter, mas a receita do sucesso está NA DUNY nas dublagens e diálogos cheios de irreverência, sinceridade e referências atuais.

Vamos aos personagens:

Duny

A personagem mais querida e mais engraçada é educada,

Resultado de imagem para girls in the house

sincera,

Resultado de imagem para girls in the house

e agradável.

Resultado de imagem para girls in the house

Honey

É a certinha responsável pela Pensão da Tia Ruiva.

Ela é corajosa,

Resultado de imagem para girls in the house honey

exigente,

Resultado de imagem para girls in the house honey

e inteligente.

Resultado de imagem para girls in the house honey

Alex

É a mais zoada da casa, principalmente por Duny que a acha horrorosa.

Resultado de imagem para girls in the house alex

Ela é inexperiente,

Resultado de imagem para girls in the house alex

insegura,

Resultado de imagem para girls in the house alex

e ingênua.

Resultado de imagem para girls in the house alex

Mas tem outras personagens também que divertem, como a Matilde e sua beleza exótica…

Resultado de imagem para girls in the house matilde

Sua bela irmã Ramele,

Resultado de imagem para girls in the house matilde

Priscilão, a amiga travesti da Duny

Resultado de imagem para girls in the house priscilão

Irene, a cabeleireira

Resultado de imagem para girls in the house

Julie, que se tornou uma das principais ao longo dos episódios

Resultado de imagem para girls in the house

Shania, outra amiga da Duny

Resultado de imagem para girls in the house

Ingrid

Resultado de imagem para girls in the house

E Todd, o boy da Alex

Resultado de imagem para girls in the house todd

Além disso, também tem a série Disk Duny com participação de celebridades como Beyoncé, Lady Gaga, Kim Kardashian, Taylor Swift e Sia, além de músicas com letras sensacionais no canal da Duny.

Resultado de imagem para girls in the house kim

Vocês podem conferir os vídeos neste canal do YouTube.

5 minisséries que valem a pena conferir

Olá,

se você é aquela pessoa que adora acompanhar séries, mas fica com preguiça quando vê que a série tem 8 temporadas de 22 episódios e também não tem tempo para fazer maratonas, as minisséries são a solução.

Além disso, elas não duram tanto a ponto de você se apegar e sempre tem um final, não sendo canceladas do nada te deixando…

Resultado de imagem para desolado gifs

Então vamos às dicas!

The night of

Resultado de imagem para the night of

Sinopse: Após ter passado a noite com uma mulher desconhecida, um homem acorda e a encontra esfaqueada até a morte e é acusado de tê-la assassinado. A investigação policial denuncia as complexas relações entre os casos analisados pela polícia de Nova York, procedimentos legais, sistema criminal e o “feroz purgatório” de Rikers Island, onde os acusados são mantidos enquanto esperam pelo julgamento.

Além de prender a atenção, a série é bastante atual já que o principal acusado é um paquistanês, e com sua prisão, toda a sua família e os muçulmanos em geral começam a sofrer xenofobia. Além disso, é interessante observar o comportamento de Kahn na prisão, levando-nos a questionar seu caráter. Afinal, ele matou ou não a menina?

Numa escala de 1 a 5 séries que eu não superei o cancelamento, o quanto eu recomendo:

Resultado de imagem para reunion serieResultado de imagem para reunion serieResultado de imagem para reunion serieResultado de imagem para reunion serieResultado de imagem para reunion serieResultado de imagem para reunion serie

QUEM MATOU A SAMANTHA??? VOLTA, REUNION!

The Five

Resultado de imagem para the five

Sinopse: Criada pelo escritor Harlan Coben, a história acompanha a vida de um grupo de amigos. Há vinte anos, enquanto brincavam na floresta, Jesse (Alfie e Harry Bloor), o irmão de cinco anos de um deles, desapareceu misteriosamente. Ainda abalados com o fato, duas décadas depois eles se vêem obrigados a enfrentar o passado quando amostras de DNA do menino são encontradas na cena de um crime de assassinato.

Harlan Coben é aquele escritor que está sempre na lista de best-sellers e que você encontra uns 40 títulos nas livrarias, já que todas as histórias costumam seguir aquela receitinha de bolo, mas funcionam bem em forma de série.

Com várias reviravoltas, o final de cada episódio tem um bom gancho deixando o espectador curioso para saber se Jesse está ou não vivo e o que de fato aconteceu no dia do desaparecimento.

Numa escala de 1 a 5 séries que eu não superei o cancelamento, o quanto eu recomendo:

Resultado de imagem para flash forwardResultado de imagem para flash forwardResultado de imagem para flash forwardResultado de imagem para flash forwardResultado de imagem para flash forward

Lovesick

Resultado de imagem para lovesick série

Sinopse: Em busca do amor verdadeiro, Dylan é diagnosticado com clamídia. Com os amigos Evie e Luke, ele revive seu passado ao informar o quadro a todas as ex.

Uma das coisas que eu mais gosto nas comédias inglesas além do sotaque maravilhoso, é o humor e a simplicidade das histórias. Aqui temos histórias de relacionamentos comuns, com fácil identificação, além de um episódio final que é um “tapa na cara”.

É uma série fofinha sem ser melosa! E é bem curtinha, são 6 episódios de 20 minutos. Espero que tenha uma segunda!

Numa escala de 1 a 5 séries que eu não superei o cancelamento, o quanto eu recomendo:

Resultado de imagem para faking it sérieResultado de imagem para faking it sérieResultado de imagem para faking it sérieResultado de imagem para faking it série

O quarto oculto

Resultado de imagem para lost room série

Sinopse: O detetive Joe Miller é um homem desesperado para encontrar o único tesouro que mais preza em sua vida: a sua filha. Tudo começa quando Miller inicia uma investigação de assassinato e entra em um quarto misterioso, que vira a sua vida de cabeça para baixo. Localizado no Sunshine Motel, na famosa Route 66, o quarto esconde uma história terrível e sobrenatural, que é a chave para o detetive encontrar a sua filha.

Embora seja de 2006, só soube dessa série recentemente e achei a premissa interessante o suficiente p/ conferir. O quarto conta com vários objetos que foram roubados e caíram em mãos erradas, só que esses objetos tem poderes e podem acabar se tornando armas para o mal… Além disso, o que entra naquele quarto pode desaparecer para sempre. Será que Joe voltará a ver sua filha?

Uma série de ficção científica bem legal com um toque leve de suspense, fãs do gênero vão curtir!

Numa escala de 1 a 5 séries que eu não superei o cancelamento, o quanto eu recomendo:

Resultado de imagem para better with you sérieResultado de imagem para better with you sérieResultado de imagem para better with you série

Master of None

Resultado de imagem para master of none série

Sinopse: A vida pessoal e profissional de Dev, um ator indiano de 30 anos de idade, em Nova York.

A série traz muito da vida de Aziz, inclusive com a participação de seus pais (seu pai particularmente está ótimo na série!), e fala de temas do dia a dia como trabalho, relacionamentos, expectativas… Além de ser uma série leve, ela me encantou pelos momentos de reflexão. É muito difícil aliar humor e até uma certa poesia, mas Master of None conseguiu! Vale a pena!

Numa escala de 1 a 5 séries que eu não superei o cancelamento, o quanto eu recomendo:

Resultado de imagem para happy endings sérieResultado de imagem para happy endings sérieResultado de imagem para happy endings sérieResultado de imagem para happy endings série

Vocês podem estar se perguntando “mas cadê Stranger Things”? E na boa? Achei bem bobinha, não vi nada demais! Ui, olha a diferentona polêmica! Crianças dos anos 1980, hoje com 30 e poucos que estão amando e pagando muito pau mais pela nostalgia do que pela história em si. #prontofalei

É isso, até a próxima!

[Filme para recomendar aos inimigos] Quando as luzes se apagam

Não saberia explicar porquê ainda insisto em ver filme de terror. Talvez seja porque lá no fundo eu ainda tenha a esperança de achar algum que dê um medinho, um calafrio, tenha alguma tensão, sei lá.

Decidi então assistir “Quando as luzes se apagam” ontem e olha… deu p/ rir em algumas cenas pelo menos.

Obs: vai tem spoilers sim, justamente para te poupar de perder seu tempo com esse “filme”.

Na história, desde que era pequena, Rebecca tinha uma porção de medos, especialmente quando as luzes se apagavam. Ela acreditava ser perseguida pela figura de uma mulher e anos mais tarde seu irmão mais novo começa a sofrer do mesmo problema. Juntos eles descobrem que a aparição está ligada à mãe deles e Rebecca começa a investigar o caso.

Resultado de imagem para quando as luzes apagam

Quando vi que a protagonista era Teresa Palmer (é, aquela mesma que fez Meu Namorado é um Zumbi que comentei aqui) já sabia que tinha me metido numa furada.

Resultado de imagem para oh no gifs

O filme começa com uma morte numa fábrica. As luzes se apagam e a fantasminha não camarada mata duas pessoas só porque ela quis. COMO UM FANTASMA CONSEGUE MACHUCAR ALGUÉM COM AS PRÓPRIAS MÃOS NINGUÉM NUNCA EXPLICA!

Resultado de imagem para lights out diana

O espírito, contudo, parece eu quando acordo a versão adulta daquelas criancinhas de Mama (outro filme de “terror” que não dá medo nenhum e é bem bobo) com a força do Hulk e as mãos do Zé do Caixão

Resultado de imagem para mama gifs

Uma das pessoas que ela matou na fábrica é o padrasto de Rebecca, pai de seu irmão, que frequentemente encontra a mãe falando sozinha na escuridão e não consegue mais dormir em casa por causa dessa fantasma inconveniente que quer tocar o terror no escuro.

Resultado de imagem para quando as luzes apagam diana

Rebecca então resolve levar seu irmão p/ dormir na casa dela, mas a fantasma sem ter o que fazer resolve aparecer por lá também para… ARRANHAR O CHÃO E ESCREVER O NOME DELA.

Resultado de imagem para quando as luzes apagam diana

Nas investigações, ela descobre que Diana é a amiga de sua mãe que ela conheceu no hospital psiquiátrico e que sofria de um raro problema de pele em que era ultra sensível à luz.

Resultado de imagem para edward cullen gifs

Ela aproveita o estado vulnerável de sua mãe (no caso, está de luto pela morte do marido e sem tomar o remedinho) para ressurgir e não deixar ninguém dormir.

No final, a mãe percebe que a Diana só existe por causa dela e se mata na frente da filha dizendo que é p/ protegê-los.

Resultado de imagem para afz gifs

Sim, é isso. As únicas cenas que poderiam dar um sustinho são as do trailer, não restando nada p/ filme.

A única coisa que salvou foi o namorado da Rebecca, que está de parabéns!

Resultado de imagem para Alexander DiPersia

De nada!

Olimpíadas 2016 – melhores momentos

Depois de muita revolta e textão nas redes sociais, bastou as Olimpíadas começarem para o mimimi ficar um pouco de lado e todo mundo começar a torcer loucamente em todas as modalidades, principalmente nas que o Brasil tinha chances de medalhas.

Como sempre, alguns favoritos decepcionaram e as medalhas saíram da onde a gente menos esperava, como no salto com vara, canoagem…

O Brasil também surpreendeu pelo desempenho em outras modalidades, como na ginástica artística (Flavinha Saraiva e Rebeca Andrade arrasaram) e no futebol feminino, com um time de guerreiras que foi emocionante de acompanhar (até voltei a ter orgulho da seleção brasileira)! Essas meninas são ouro com ou sem medalha!

Aliás, num país em que os atletas (com exceção do futebol masculino) não tem nenhum incentivo, nem infraestrutura adequada para treinar, eles fazem milagre só de conseguirem se classificar p/s jogos olímpicos. Estão todos de parabéns!

Teve Michael Phelps e Usain Bolt não dando nem chance p/s seus adversários…

meme

Na cobertura esportiva, teve torta de climão entre William Waack e Cris Dias no Jornal da Globo:

waack

Teve nadadores norte-americanos inventando que foram assaltados no Rio, quando na verdade depredaram o banheiro de um posto, chamaram a polícia e deu ruim.

E como o melhor do Brasil é o brasileiro, não faltaram memes nas redes sociais sobre o caso.

caso

Tão achando que podem fazer o que quiserem no Brasil e saírem impunes?

Também teve o francês Renaud Lavillenie recalcadíssimo em ter perdido o ouro p/ brasileiro Thiago Braz . Aí ele culpou a galera pelas vaias “que o desconcentraram”, chamou de “público de merda”; o Le Monde sugeriu que Thiago teve ajuda do candomblé p/ ganhar a prova, enfim, fizeram um papelão com uma declaração mais babaca que a outra p/ tentar justificar nossa vitória quando é tudo muito simples: Thiago bateu recorde olímpico e ganhou. Ele é melhor. Aceita que dói menos 😀

Em se falando de francês, Yohann Diniz cagou e marchou se borrou na marcha atlética.

Cena chamou a atenção na prova da marcha atlética na Rio 2016 / Foto: Arquivo

Mas vamos falar de coisa boa, também teve muito ouro no quesito magya:

Bruno Schmidt, ouro em bater um bolão no vôlei de praia

Evandro do vôlei de quadra

Francisco Barreto da nossa ginástica artística

Lucas Dotto – Itália – Natação

Seleção italiana de polo aquático

Eles nadam e a gente que fica…

Facundo Conte comigo da Argentina

E seu companheiro de vôlei de quadra, Sebastian Solé

Os irmãos Luka e Nikola Karabatic do handebol francês

Camille Lacourt – Natação – França

Kevin whole lotta Love – Basquete – Estados Unidos

Thiago Apolónia – tênis de mesa – Portugal

Foram muuuuuitos, mas só lembrei o nome desses. Diz aí, quem foi o muso dessas Olimpíadas p/ você?

[Filme para recomendar aos inimigos] Meu namorado é um zumbi

Quem nunca viu um filme tão ruim que saiu até com ódio no coração depois de uma sessão no cinema?

Não tô falando de filme ruim como “Todo Mundo em Pânico” que a gente dá risada e se diverte, ou aqueles com efeitos toscos de décadas passadas, tô falando daqueles em que NADA salva.

O primeiro filme que escolhi para esculhambar comentar hoje foi “Meu namorado é um zumbi” que mesmo que eu falasse que é a maior merda já feita, ainda estaria sendo generosa…

É inevitável uma comparação com Crepúsculo, começando pela mocinha que é a cara da Kristen Stewart loira, e o me recuso a chamar aquilo de zumbi R, que consegue ser mais frouxo e meloso que Edward.

Mas vamos à história, sim, vou contar tudo mesmo, porque duvido que alguém vá querer se torturar vendo isso…

Os zumbis são criaturas lentas e mais conservadas que as atrizes da Globo, que ficam grunhindo e andando por aí, e de vez em quando, conseguem pronunciar umas palavras. Em seu último estágio de decomposição, eles começam a comer a própria carne e se tornam esqueletos, chamados no filme de Ossudos, que são mais rápidos que pobre em dia de promoção no supermercado Guanabara.

A mocinha Julie vive numa parte da cidade, isolada por um muro que separa os humanos daquilo que eles chamam de zumbis, e sai com seu namorado e um grupo de amigos para conseguirem remédios do lado de fora. Claro, eles se deparam com R e sua trupe, que são a cara daqueles adolescentes góticos “zumbis” e os atacam. R come o cérebro do namorado de Julie, e então, adquire seus sentimentos e lembranças e se apaixona por ela.

Não, o filme não é uma paródia (e isso, talvez, seja o mais chocante).

Querendo protegê-la dos outros, ele passa MERDA na cara dela, para que o cheirinho de bosta camufle seu cheiro de humana, e a leva para um avião, que é sua moradia. Da onde vem a bosta, além do roteiro, é um mistério…

Lá, Julie em cena digna de Bella e Edward fica perguntando “O que é você?”, e descobre uma coleção de discos de R. Aí, começa a tocar Patience do Guns n’ Roses e o zumbizinho fica de olhinhos fechados sentindo a música. Só faltou Zombie do Cranberries na sequência Julie então, coloca um disco de Bruce Springsteen e toca Hungry Heart (tentativa de ironia do filme) e logo depois, vem Blowin’ in the wind de Bob Dylan. Creio que essa foi a parte em que tentaram salvar, pelo menos, a trilha sonora…

Em uma cena, Julie está com fome, então R a leva para uma lanchonete p/ comer e aparecem vários zumbis. O que você faz numa hora dessas?

a) Corre p/ cacete ou b) Fica chorosa e dá a mão ao zumbi.

Nem preciso dizer qual opção foi a escolhida e diante de tal gesto, o que os zumbis fazem? DEIXAM ELES ESCAPAREM e eles fogem, indo parar numa casa abandonada. Durante a noite, ela foge e volta p/ casa.

Porém, o belo gesto dos pombinhos desencadeia uma reação nos zumbis, onde eles começam a lembrar de sua humanidade,  a sonhar e a sentir coisas.

R, com saudades, procura a amada e vai atrás dela. Mesmo com um muro gigante e homens armados, ele consegue entrar na cidade, achar a casa dela e fica parado diante de sua sacada. Julie, com vontade de tomar um ventinho, vai p/ sacada e vê o amado, numa cena típica de Romeu e Julieta #sqn

Julie tenta mostrar p/ seu pai, que os zumbis estão voltando a vida, que são gente boa e tal e que vão ajudá-los a combater os Ossudos, que resolveram atacar todo mundo. Na “guerra”, que vem a seguir, mostra a união dos zumbis com os humanos no combate ao mal, e como a união faz a força e abaixo o preconceito! Chega de zumbifobia! Orgulho zumbi!

O casal fica rodeado de ossudos e a única opção é pular de um prédio num lago. Tendo salvo a chatinha mais uma vez, eles se beijam e ELE VIRA HUMANO. No melhor estilo filme da Disney, o amor o salvou da morte.

O pai dela aparece doido p/ dar um tiro na cara dele, mas dá um no ombro só p/ sacanear. como uma mocinha menstruada pela primeira vez, Ele sangra e todos se chocam (porque zumbis não sangram) e se convencem que os zumbis são camaradas e estão voltando à vida. Aí o muro é derrubado (numa alusão à queda do Muro de Berlim HAHAHAHAHA) e humanos e as criaturinhas pálidas voltam a conviver e vivem felizes para sempre.

Pronto, economizei 1h37 da vida de vocês com meu breve, porém, muito preciso, resumo do filme.

De nada!

Mas ouvi por aí que o filme pode ter continuação…

Tag: 8 séries

Hellooooou,

nossa me sinto muito blogueira com essas “tags” que eu acho na internet, mas p/ quem sempre está pensando sobre o que escrever é uma mão na roda (alguém com menos de 40 anos ainda usa essa expressão?). Então hoje vou falar de séries de novo SIM e se não gostou…

Vamos lá…

1- Qual é sua série favorita de todos os tempos?

FRIENDS!!! Breaking Bad é sensacional, mas série do ♥ é só uma =)

Melhor série já feita, não tem nem o que discutir! Posso assistir 20 vezes cada episódio, falar junto alguns diálogos e ainda assim vou dar risada até vendo esse gif eu tô rindo.

2- Qual é o seu personagem preferido de todos os tempos?

Chandler Bing

Claro que tinha que ser um da minha série preferida de todos os tempos! Mas já falei dos meus preferidos aqui.

3- Cite uma série que você viciou.

Muitas. Sério mesmo. Mas a mais recente foi That ’70s show.

♫ HANGING OUT DOWN THE STREET THE SAME OLD THING WE DID LAST WEEK. NOT A THINK TO DO BUT TALK TO YOU♫

4- Cite um personagem que você tem algo em comum.

Ops, confundi com quem eu gostaria de ser HAHAHAHAHAHA

Eu diria que Chandler pela ironia, com uma pitada de Red pelas patadas, mas p/ falar de alguma série que ainda não falei por aqui, vou escolher a Max de 2 Broke Girls pelo sarcasmo e por não perder a chance de zoar alguém.

5- Cite uma série que todo mundo gostou (ou gosta) e você não.

House of CardZzzZz

Não consegui passar do segundo episódio. O Kevin Spacey dialogando com a câmera me irritou profundamente.

6- Qual sua série favorita dos últimos tempos?

Black Mirror

Cada episódio é uma história diferente e é um mais sensacional que o outro, rendendo altas análises sobre a sociedade moderna e o uso de tecnologia. E VAI TER TEMPORADA NOVA NA NETFLIX QUE ESTREIA EM OUTUBRO!!!

Assistam! Sério mesmo!

7- Cite um protagonista que você não gosta, mas curte a série.

Todas as séries que eu assisto tem um personagem que eu não gosto porque sempre tem aquele protagonista com cara de bunda, como a Piper de Orange is the new black.

8- Você assiste (assistia) alguma série brasileira?

Adorava Cilada e Morando Sozinho que passava no Multishow, mas nenhuma brasileira irá superar…

OS NORMAIS, VOLTA, POR FAVOR! O povo não precisa de Rivotril, o povo precisa de Rui e Vani!

As melhores adaptações das histórias de Jane Austen

Hoje, dia 18 de julho de 2016, mais conhecido como o início da Guerra Pop entre Talor Swift e do casal KKK (Kim Kardashian e Kanye West) faz 199 anos da morte de uma das maiores escritoras inglesas que esse mundo já conheceu: J.K. Rowling Jane Austen.

Além de seus livros, o que não faltam são adaptações das obras da autora e até novas histórias usando seu nome e o de seus personagens, por isso, neste post, vou recomendar aquelas que valem a pena conhecer.

Orgulho e Preconceito

As melhores adaptações para a televisão são, sem dúvida alguma, as produzidas pela BBC. Afinal, o melhor Mr. Darcy é da minissérie do canal. Ninguém menos que Colin Firth meu crush desde a adolescência

 

O filme de 2005 com Keira Knightley e Matthew Macfadyen também é bom, mas ela só sabe fazer as mesmas caras e bocas em todos os filmes, não aguento!

Ainda não vi Orgulho e Preconceito e Zumbis, mas fiquei curiosa! Só cheguei a ler “Jane Austen – A Vampira“, mas achei bem bobinho, é engraçado em algumas partes já que ela tem treta com a Charlote Bronte e pega o Lord Byron, mas não recomendaria.

Emma

Uma jovem rica metida a casamenteira tenta arrumar um marido para uma amiga menos favorecida e ingênua. Isso lembra um filme dos anos 90, né? Pois então, meus caros, o clássico “As Patricinhas de Beverly Hills” é uma releitura de Emma.

Nossa Harriet Smith é Tai Frasier, que tornou Brittany Murphy conhecida.

Das adaptações do livro, a melhor também é da BBC, embora o filme com a Gwyneth Paltrow seja razoável.

Razão e Sensibilidade

Pela escolha do elenco, essa é a única história de Jane Austen que prefiro outro filme ao da BBC. Afinal, com Emma Thompson, Kate Winslet, Hugh Grant e Alan Rickman  é até sacanagem com as outras adaptações.

 

Mansfield Park

Embora essa seja a história que eu menos goste de Jane Austen, o filme “Palácio das Ilusões” me surpreendeu positivamente. Nele, Fanny e Edmund até combinam, ao contrário do livro que ficou parecendo conformismo do Edmund casar com a prima.

A Abadia de Northanger 

Felicity Jones, como Catherine Morland, e Carey Mulligan, como Isabella Thorpe, roubam a cena neste filme. Até me fez gostar mais da história que achava a mais esquecível de Austen.

Persuasão 

A cara de bunda da Sally Hawkins me incomodou um pouco, mas é uma das minhas histórias preferidas. É o romance mais maduro da autora e o filme de 2007 é bem fidedigno.

Outros

Amor e Inocência: o filme retrata o romance de Austen com Thomas Lefroy, durante sua juventude, antes de se tornar conhecida. A história é baseada em fatos reais, mas faz parecer um amor épico, com um final bastante agridoce.

Já segundo o livro “Jane Austen – uma vida revelada”, a família do jovem tinha planos ambiciosos para ele (que não incluíam o casamento com uma moça sem dinheiro), então ele  foi afastado e se mudou para Londres. Jane nunca mais teve notícias suas e ficou nisso. Não se sabe se ele foi o grande amor da vida dela (e se ela realmente teve um).

“Tom era filho de um oficial do exército e precisava de uma esposa que trouxesse dinheiro para a união. (…) Os Lefroy perceberam o romance em botão e o podaram logo no início, apressando a partida de Tom para Londres. Jane nunca mais viu ou ouviu falar no rapaz.”

O Clube de Leitura de Jane Austen: Mulheres de todas as idades fazem parte de um clube do livro sobre as obras de Jane Austen. Nessas reuniões, elas discutem as lições aprendidas nos livros, tentando resolver seus relacionamentos ou pelo menos arranjar um.

Nas mulheres do clube percebemos muitas semelhanças com as histórias de Austen na forma como elas agem, lidam com seus relacionamentos… Recheado de intertextualidade, é um filme bem gostoso!

Morte em Pemberley: Minissérie da BBC dividida em três episódios baseada no livro de mesmo nome da escritora P.D. James, onde retoma o universo do clássico Orgulho e Preconceito, numa trama de assassinato em que nada é o que parece. O ano é 1803. Elizabeth Bennet e Fitzwilliam Darcy já estão casados, tiveram dois filhos e sua felicidade na imponente propriedade rural de Pemberley parece inabalável. Mas a paz do lugar é ameaçada quando, na noite da véspera do baile anual de Pemberley, Lydia, uma das irmãs Bennet, chega à mansão gritando que o marido, George Wickerman, foi assassinado na floresta.

Como se fosse um encontro entre Jane Austen e Agatha Christie, vale a pena conferir!

Austenland: Obcecada com a produção da BBC de “Orgulho e Preconceito”, uma mulher viaja para um parque temático Jane Austen em busca de seu perfeito cavalheiro. Lá, ela vive como na época da história, sem acesso à tecnologia, tendo que falar e se portar como antigamente, mas conforme o pacote promete, é uma estadia com direito a romance, trajes de época e bailes.

Baseado no livro de Shannon Hale, se puder leia o livro antes, provavelmente vai achar o filme melhor =)

Miss Austen Regrets: como se fosse a segunda parte de “Amor e Inocência”, embora não haja nenhuma relação entre eles, o  filme é sobre os últimos anos de sua vida, quando Austen se aproxima dos 40 e ajuda sua sobrinha Fanny a encontrar um marido.

É o filme mais triste sobre a autora, talvez por ser o mais próximo da realidade (imagino eu).

Lost in Austen: Amanda Price é uma jovem inglesa suburbana com uma vida chatinha e um namorado que a trai e aparece bêbado para pedi-la em casamento. Seu refúgio é poder passar uma noite sozinha com uma garrafa de vinho, lendo e relendo Orgulho e Preconceito no sofá da sala. Até que ela começa a ouvir barulhos estranhos vindos do seu banheiro. Abre a porta… e encontra Elisabeth Bennet.

Uma mulher moderna que é inserida em seu romance preferido, mas numa época completamente diferente da nossa. O que pode parecer um sonho, acaba não sendo tudo aquilo que imaginava… É uma série divertida e ótima para passar o tempo!

 

Mas e vocês, o que me recomendam?

20 músicas

Vi essa tag no youtube e embora eu não seja nenhuma youtuber ou blogueira famosa achei beeeeeem difícil escolher apenas uma música para cada tópico, mas como gosto de falar de música, vamos lá!

1 – Música Favorita

God only knows – The Beach Boys

Nunca haverá música mais linda que essa. Foi amor a primeira escutada ♥♥♥ E nenhuma supera. Perfeita!

2 – Música que mais odeia

Shimbalaiê – Maria Gadú

Muito difícil escolher apenas uma música, já que eu odeio MUITA coisa. MUITA MESMO. Mas coloquei essa porque foi a primeira que me veio à cabeça e me irrita profundamente.

Shimbalaiê é o Ca!@#%@#@

3 – Música que te deixa triste

Come back – Pearl Jam

Eu escutei essa música pela primeira vez no meu primeiro show do Pearl Jam na Apoteose, em 2011. Naquela época, eu conhecia poucas músicas deles e fiquei ainda mais fã desde então.

Não sei nem explicar o que senti ao ouvi-la pela primeira vez, nunca tinha sentido vontade de chorar com nenhuma música, mas essa daí…

4 – Música que te lembra alguém

I’ve got you – McFly

Difícil essa, então escolhi uma música que me faz lembrar das minhas BFFs porque num período da minha adolescência (depois de ter visto Sorte no Amor) eu só falava de McFly e as obrigava a escutar e a amar também…

5 – Música que te deixa feliz

Lips are moving – Meghan Trainor

As músicas do primeiro CD dela são irreverentes, felizes… Uma das cantoras pop da atualidade que mais gosto!

6 – Música que te lembra um momento específico

Meu erro – Os Paralamas do Sucesso

Não sei explicar, mas lembra a minha infância e como eu a adoro, queria incluir nessa lista de qualquer maneira xD~

7 – Música que você sabe a letra inteira

Jesus of Suburbia – Green Day

Um monte! Qualquer uma de Sandy & Jr, axé e pagode dos anos 90 Que pessoa não sabe mais de uma música inteira? Enfim, escolhi Jesus of Suburbia porque tem mais de 9 minutos tipo Faroeste Caboclo norte-americano versão junkie e eu gabaritei esse teste do buzzfeed hahahahaha

8 – Música que te faz dançar

Ragatanga – Rouge

Se é p/ ser sincera, fiquei entre Macarena e Ragatanga, mas pode ser qualquer uma do É o Tchan também…

9 – Música que te ajuda a dormir

Rainy days and mondays – Carpenters

A resposta óbvia seria Coldplay, mas como acho chato demais p/ escutar, fico com Carpenters que me acalma e eu ouvia antes de dormir ^^

10 – Música que você gosta em segredo

Black Magic – Little Mix

Em segredo só porque acho que tô velha demais p/ gostar disso, mas é viciante!

11 – Música com a qual você se identifica

She – Green Day

♫ She’s figured out all her doubts were someone else’s point of view. Waking up this time to smash the silence with the brick of self-control ♫

12 – Música que você cantava e agora odeia

I’m not a girl, not yet a woman – Britney Spears

Eu adoraaava essa música, mas hoje em dia não aguento mais ouvi-la até o fim.

13 – Música do seu disco preferido

Golden Slumbers / Carry that weight – The End – The Beatles

Os Beatles não poderiam ter terminado com um álbum menos que perfeito. Abbey Road é sensacional!

14 – Música que sabe tocar em algum instrumento

Não sei tocar nada! Só Ode Alegria na flauta e muito mal HAHAHAAHAHAH

15 – Música que gostaria de cantar em público

Pintura íntima – Kid Abelha

Era uma vez um pub com karaokê de música ao vivo e eu e uma amiga escolhemos esse clássico da música brasileira para nossa performance…

16 – Música que gosta de ouvir dirigindo

Thousand Miles – Vanessa Carlton

Não gosto de dirigir, mas falou em carro e ouvir música, não tem como não pensar nesse clássico…

17 – Música da sua infância

Robocop gay – Mamonas Assassinas

Quem não ouviu Mamonas na infância com certeza se tornou um adulto sem senso de humor e com a mente fechada e que fala bolsomito

18 – Música que ninguém imagina que você goste

Je Veux – Zaz

Essa música é muito gostosinha!

19 – Música que você quer que toque no seu velório

Highway to hell In my time of dying – Led Zeppelin

Faz sentido!

♫ In my time of dyin’, want nobody to moan. All I want for you to do is take my body home ♫

20 – Música que você quer que toque no seu casamento

Pretty woman – Roy Orbison

Eu? Casando? HAHAHAHAHAHHA Mas num universo paralelo, se isso acontecesse, seria p/ causar, então teria que ser uma música de filme, que vindo de mim, todo mundo saberia que é zoeira :p

 

Os 10 melhores personagens das séries

Há um tempo eu falei aqui dos personagens mais insuportáveis das séries que eu até então assistia, mas isso já tem tanto tempo que o Ramsay nem tinha entrado na minha mira e eu ainda assistia a The Walking Dead.

Mas por que não falar dos meus queridinhos?

Em nenhuma ordem de preferência, eis os 10 personagens do meu ♥

Em That ’70s Show…

Se tem uma série que se tornou a minha queridinha neste ano foi That ’70s Show que graças à Netflix posso finalmente acompanhá-la na ordem. De todos os personagens, o mais maneiro é o Red Forman, típico pai linha dura, com uma sutileza de elefante e total falta de sensibilidade e tato.

De 1 a 5 personagens sem graça da série, o quanto gosto do Red:

Em Friends With Better Lives…

AINDA NÃO SUPEREI O CANCELAMENTO DESSA SÉRIE! VEJAM NA NETFLIX, SE APAIXONEM E VAMOS P/S RUAS PEDIR SEGUNDA TEMPORADA, PLMD!

Não são seis nem cinco amigos, em Friends with better lives acompanhamos oito personagens, com todos aqueles elementos típicos de uma sitcom, mas uma se destaca que é a maravilhosa Kate, a típica solteirona convicta, bem-sucedida, super exigente, sincera, sarcástica e que não consegue disfarçar sua cara de desprezo em diversas situações. Resumindo, sou eu tirando a parte do bem-sucedida.

De 1 a 5 personagens esquecíveis da série, o quanto gosto da Kate:

Em Gossip Girl…

Queen B! Chique, ryca, autoritária, mimada, consegue tudo o que quer e se não conseguir, coitado de quem estiver no seu caminho. Despreza todo mundo, sacaneou um monte de gente, mas mesmo quando ela se dava mal a gente torcia por ela! Uma diva!

De 1 a 5 personagens chatos p/ !@#%$ da série, o quanto gosto da Blair:

Em How I Met Your Mother…

A resposta óbvia seria Barney Stinson, mas como ele foi calculado milimetricamente para ser Legen (wait for it) dary!, acabei escolhendo o Marshall que era um bobalhão romântico e foi o personagem que mais me fez rir nas nove temporadas.

De 1 a 5 personagens blé da série, o quanto gosto do Marshall:

Em Game of Thrones…

É difícil gostar de alguém nessa série já que 90% é fdp, 3% é fdp e sádico, 2% é songamonga e 4% eu não lembro. Mas se teve um personagem que cativou o público desde o início (e ainda tá vivo!) é Tyrion Lannister, o anão relegado pela família, estrategista, inteligente e sarcástico, e um dos poucos que tem coração.

De 1 a 5 personagens sofríveis da série, o quanto gosto do Tyrion:

Em Friends…

Tendo ironia como seu segundo nome, Chandler Bing me fez rir em TODOS os episódios com seus comentários sarcásticos, expressões e dancinhas. Do tipo que perde o amigo, mas nunca a piada. Resumindo: sou eu em versão com piu piu. 

De 1 a 5 personagens não tão engraçados da série, o quanto gosto do Chandler:

Em Modern Family…

Casado com Mitchell, Cameron é super afetado, entusiasmado, romântico, gosta de grandes gestos, é sensível, espalhafatoso… É o parente/amigo que todo mundo queria ter, pois alegra qualquer ambiente.

De 1 a 5 personagens blé da série, o quanto gosto do Cameron:

Em The Big Bang Theory…

Como o Barney em HIMYM, todos amam o Sheldon e eu também! Mas se tem um personagem que para mim é tão bom quanto é o Howard, que exala sex appeal com aquela pinta de galã sedutor e seu estilo único. Como resistir aos seus encantos?

De 1 a 5 personagens normaizinhos da série, o quanto gosto do Howard:

Em Orphan Black…

Das 8976315656 personagens que a Tatiana Maslany interpreta (DÁ LOGO UM EMMY P/ ELA!), a minha preferida é a Alison: a dona de casa dedicada, engajada nas atividades da comunidade, boa mãe, mas que tem um lado bem doido e cômico. Dos 50 mil clones, ela é a que mais me surpreendeu.

De 1 a 5 personagens ZzzZz da série, o quanto gosto da Alison:

Em Orange is the new black…

Inocente como uma criança, a Crazy Eyes é uma pessoa sem maldade, mas que por circunstâncias da vida acabou na prisão. Com a capacidade de nos fazer rir e nos compadecer, é a personagem mais cativante da série.

ALIÁS, O QUE FOI ESSE FINAL DE TEMPORADA? Fiquei 50 tons de bege! 

De 1 a 5 personagens sem sal da série, o quanto gosto da Crazy Eyes:

 

[Crítica sincera] Como eu era antes de você

A adaptação cinematográfica do livro de Nicholas Sparks versão feminina  de Jojo Moyes finalmente chegou às telonas. Isso quer dizer que além do barulho de embalagens de comida, luzinha do celular na sua cara, você ainda vai ter que lidar com muitas fungadas encatarradas no cinema.

Mas se você não sabe do que se trata, eu conto p/ você! (Vai ter spoiler sim, até porque todo mundo já sabe o que acontece)

Khaleesi Louisa Clark é uma moça modesta, que vive numa cidade pequena na Inglaterra e precisa muito de um emprego p/ ajudar sua família que está na pindaíba.

Ela também se veste como se todo dia fosse dia de festa junina não tem muita noção na hora de se vestir…

Mas mesmo assim consegue um emprego para cuidar de Finnick Will que ficou tetraplégico após ajudar a Katniss um acidente.

Will ficou muito cínico e melancólico com a sua condição e no início é meio babaca grosso com Louisa. Mas com suas roupas ridículas inusitadas e seu jeito pateta inocente, ela acaba cativando-o e surge algo entre eles.

Aí começa a clichezada que a gente já espera dos romances:

A cena em que ao contrário do namorado babaca que dá um presente p/ “marcar território”, Will presenteia Louisa em seu aniversário com uma meia horrorosa que torço para que não entre na moda que ela amava quando era criança.

A cena em que os protagonistas dançam (pode ser debaixo de chuva, num local sem música, numa festa de casamento, de formatura… não importa, sempre tem)

A cena em que eles fazem uma viagem para um lugar incrível e ele conta p/ ela que…

Foi legal conhecê-la e tal, mas mesmo assim ele quer morrer porque não aguenta mais viver sem poder fazer tudo que ele amava.

Mas como ele é ryco, deixa uma graninha p/ ela poder aproveitar a vida e sair daquela cidadezinha, mas sem se acomodar, como ele explica na carta que ela recebe depois que ele morreu #clichemaster

Mas aí o dinheiro sobe à cabeça, ela compra uns dragões e resolve dominar o mundo..

Oh wait…