Não sei o que acontece à meia-noite

 

morticia

Não sei o que acontece à meia-noite. Em um minuto, fogos de artifício, uma folha arrancada do calendário, uma sensação de esperança. Se efetivamente não mudamos, pelo menos precisamos da ilusão.

É da ilusão que tiramos forças para traçarmos novas metas. É da ilusão que respiramos fundo para termos fôlego para mais doze meses de luta.

Precisamos dessa ilusão principalmente para deixarmos as coisas no passado. Essa ilusão nos permitirá uma vida nova.

Mas mudanças não são feitas de ilusão. E nem a gente.

Damos voltas e voltas e paramos no mesmo lugar, como os ponteiros do relógio.

Ufa, contagem regressiva.

(Fim das divagações)

Não sei o que acontece à meia-noite…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s