Desculpe-me, mas sou fã de….

Há um tempo atrás, falei dos Guilty Pleasures, ao relembrar coisas que aprendemos a gostar na infância, mas que ainda curtimos e temos vergonha de admitir, mas hoje gostaria de falar do “olho torto” que os so called intelectuais te lançam quando você fala que gosta de algo que é muito popular, ou que acham um lixo, ou ambos.

Entendam que uma coisa é sacanear um amigo ou colega por ela ler “50 tons de cinza” ou achar que Anitta é uma grande cantora. Outra coisa é você usar isso como argumento para subestimá-la. Todos nós, no fundo, fazemos isso; temos esses “pré-conceitos” (ô terminho pedante, mas encaixou aqui).

Com um medo receio do que estes bostinhas vão pensar de nós, a gente acaba sentindo vergonha e até se achando inferior por comentar a novela / ter curtido uma música brega / ter lido um livro best-seller / achar graça de tal humorista / assistir a tal programa, e por aí vai. É como se tivéssemos que nos desculpar por gostar de algo!

Assistir a um reality show não torna uma pessoa burra. Assim como ler Guimarães Rosa não torna ninguém intelectual. Também tenho verdadeiro horror de quem fala que a mídia emburrece e manipula, justamente porque estes “intelectuais” pressupõem que a maioria é estúpida e incapaz de ter um senso crítico ao receber uma informação. Esse pensamento é tão retrógrado quanto a teoria hipodérmica. Segundo essa teoria da comunicação, muito resumidamente, a ideia é que o receptor responde aos estímulos (uma mensagem da mídia) passivamente, ou seja, quando há um estímulo, esta adentraria o indivíduo sem encontrar resistências, como uma agulha penetra a pele (também é conhecida como “Teoria da Bala Mágica”, já que a bala também não encontraria uma resistência ao atingir um corpo).

Quem realmente pensa desta maneira, ao invés de falar tanta besteira infundada nas redes sociais, poderia ler um livro já que é tão culto, né? Isso que estou falando é tão óbvio, há tantas outras opções, que eu não entendo essa escolha em ser uma “patrulha do conhecimento”, do tipo “ó, BBB não vai te acrescentar em nada!”. JURA? Achei que fosse ficar mais culta! POXA!

E o mais interessante é que tem pessoas que são fanáticas por futebol e reproduzem o mesmo discursinho. Responda-me, por favor, o que você aprende ao ver caras correndo atrás de uma bola mirando um gol? Provavelmente, o mesmo que aprenderia com os discursos do Bial no paredão…

O único cuidado que devemos ter é o de não termos apenas esses interesses para não nos tornarmos pessoas limitadas. É essencial ter uma boa noção de tudo, por mais que achemos alguns assuntos chatos….

No mais, assista / leia / ouça o que você gosta sem culpas e f***-se o resto!

Agora, me deem licença que vou ouvir Raça Negra enquanto leio “A Cabana”. (Fui irônica em apenas uma das opções)

Anúncios

2 comentários sobre “Desculpe-me, mas sou fã de….

  1. Boa, Marianne!
    'Assistir a um reality show não torna uma pessoa burra. Assim como ler Guimarães Rosa não torna ninguém intelectual.' essa máxima pode ser usada pra tantos, mas tantos conceitos errados e preguiçosos que essa maldita geração Y anda criando…
    'Ter fé não torna uma pessoa burra. Assim como ser ateu não torna ninguém intelectual.' ou 'Querer o que é simples não torna uma pessoa burra. Assim como ser ambicioso não torna ninguém intelectual.'. Ótimo texto e viva os guilty pleasures!

    Curtir

  2. Ana Carolina Trindade

    Concordo em gênero, número e grau!
    Eu posso gostar do que é “mainstream” e ainda assim ser inteligente, não é preciso ler livros desconhecidos e rebuscados pra mostrar isso hahahahaha
    Acho ótimo quem gosta desse tipo de coisa, a pessoa tem que fazer o que gosta msm, mas não é por isso que tem que se achar mais do que os outros e menosprezar o gosto das outras pessoas!

    Mt bom!

    Bjs

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s