A história dos Beatles contada pelo Meia-Hora

Olá,

o primeiro post do ano reúne duas coisas que tem a ver comigo: jornalismo e Beatles. Há muito tempo, alguém (não lembro quem) me mostrou essas imagens que mostram como seria a história dos Beatles contada pelo Meia-hora, um jornal popula do Rio de Janeiro.

Lembrando disso hoje, pesquisei aqui na internet e achei no site http://beatlestothepeople.wordpress.com/ que é muito bacana. Tem até os tweets do quarteto caso essa rede social existisse no tempo deles. Confira aqui

Nem todo mundo é fã, então nem todo mundo conhece a trajetória do grupo, portanto, vou dar um breve histórico dos anos referentes às capas.

1962 – Quando George Martin viu os Beatles no Cavern Club, achou que a banda tinha potencial, mas não gostava do desempenho do então baterista, Pete Best. Logo, Pete saiu do grupo e Ringo Starr o substituiu.

Stuart Sutcliffe foi o primeiro baixista do grupo e também era o que mais fazia sucesso entre as mulheres. Numa pequena turnê em Hamburgo (Alemanha), Stu conhece a fotógrafa Astrid Kirchherr (responsável pelo famoso corte de cabelo “cuia” da banda e o design dos ternos) e sai da banda para viver com ela em Hamburgo e se dedicar à pintura.

Lennon se casa em segredo com Cynthia Powell, sua primeira mulher e mãe de seu primeiro filho, Julian Lennon.

1963 – Início da Beatleamania

Durante um show, onde a princesa Margareth e o lorde Snowdon estavam presentes, Lennon solta a seguinte frase – “Os que estiverem sentados nos lugares mais baratos podem aplaudir; os restantes balancem suas joias”.

1964 – No dia 1º de fevereiro, I wanna hold your hand chega ao primeiro lugar nos Estados Unidos, levando a Beatlemania p/ terra do Tio Sam. Os Beatles vão pela primeira vez para os EUA e se apresentam no Ed Sullivan Show, um famoso programa da época, batendo record de audiência.

Em junho de 1964, quando iam fazer turnê pela Escandinávia, Holanda e Austrália, Ringo é hospitalizado com faringite e é substituído pelo britânico Jimmy Nicol.

1965 – Numa festa, Bob Dylan introduz os Beatles às drogas.

O FabFour conhece um de seus ídolos, Elvis Presley.

Jane Asher era uma atriz que foi a namorada de Paul McCartney durante os anos de maior sucesso do grupo.

1966 – Os Beatles fazem uma apresentação história no Shea Stadium, onde a histeria das fãs era tanta, que mal se conseguia ouvi-los cantando.

Em novembro, Paul sofre um acidente de moto e daí surge o boato que ele teria morrido e sido substituído por um sósia, o Billy Shears. Então surgiram várias “mensagens subliminares” nas capas dos CDs, que você pode ler aqui.

Em entrevista, Lennon solta a seguinte frase polêmica – “O Cristianismo irá acabar. Irá diminuir e sumir. Eu não preciso de argumentos para provar isso. Eu estou certo e será confirmado que estou certo. Nós somos mais populares que Jesus hoje em dia; não sei quem será esquecido primeiro, o rock and roll ou o Cristianismo. Jesus era bom, mas seus discípulos são cabeças-dura e ordinários. Eles distorcendo tudo é que fazem com que isso não signifique nada para mim”.

1967 – Morre de overdose o empresário deles, Brian Epstein.

Em entrevista, Paul fala que usa LSD.

Os Beatles param de fazer shows.

Surge a ideia do filme Magical Mystery Tour.

1968 – Influenciados por George Harrison, os Beatles vão para Índia fazer um retiro espiritual com o Maharishi Mahesh Yogi.

Ringo anuncia que vai sair da banda.

Começa o romance de John com Yoko.

1969 – Em uma de suas últimas apresentações, os Beatles se apresentam no terraço da Apple.

Lennon e Yoko se casam e em sua lua-de-mel, fazem o “Bed-in”, onde os dois não saem da cama e recebem jornalistas em seu quarto de hotel como forma de protesto pacífico contra a guerra.

1970 – John anuncia que vai deixar os Beatles, mas é persuadido a ficar. Então Paul anuncia que vai sair e a banda chega ao fim, deixando Ringo, George e John com raiva dele. Paul lança seu primeiro disco solo, intitulado McCartney.

Lennon fala que as músicas de Paul parecem músicas de consultório de dentista e que a única coisa que ele fez de bom foi Yesterday.

George, que sempre teve suas canções deixadas de lado por Paul e John, lançou All things must pass, um álbum triplo com canções que havia acumulado ao longo dos anos. O álbum atingiu o primeiro posto das paradas de sucesso britânicas e norte-americana.

Ringo lança Sentimental Journey e Beaucoups of Blues, ambos no mesmo ano, mas não fazem muito sucesso. No ano seguinte, Ringo atua em “Blindman”.

Bom ano, cambada!

Bjs

Anúncios

3 comentários sobre “A história dos Beatles contada pelo Meia-Hora

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s