Novos seriados que valem a pena acompanhar

Novembro já chegou e já foi embora e com ele, a estreia de novas temporadas e de novas séries (isso só vle p/ quem vê as séries pela TV, e não pela net, o que ironicamente não é o meu caso, mas enfim…). Eu confesso que fico até meio perdida na hora de decidir quais séries serão as minhas novas eleitas e por isso, assisto o piloto de algumas.

Das séries novas, eu não gostei de New Girl. Nem me dei ao trabalho de ver os outros episódios, o que pode ter sido um erro, já que a maioria das séries eu não gosto do piloto, mas ao insistir, eu acabo virando fã. A série fala sobre uma garota esquisita uma que descobre que o namorado a traiu e por isso, precisa arrumar um novo lugar para morar. Ela acaba arrumando um lugar onde moram três homens: Nick, um barman; Schmidt, um conquistador profissional, e Winston, um jogador de basquete. Juntos, os amigos tentam ajudar Jess a aprender sobre o amor, a vida e principalmente sobre si mesma, enquanto ao mesmo tempo, eles aprendem mais sobre si mesmos.

*A série se propõe a ser uma comédia e eu não ri, por isso não passei do primeiro episódio. Achei chata e embora sejam só 20 minutinhos, me pareceu muito mais.

2 broke girls

Também não gostei do piloto, mas ao tuítar sobre isso, me convenceram a continuar que a série ia melhorar, e de fato, melhorou. Max veio de uma família pobre, trabalha como garçonete em uma lanchonete no Brooklyn onde faz amizade com Caroline, jovem que veio de uma família rica, mas que no momento está sem dinheiro. As duas planejam se tornar sócias de seu próprio negócio: uma loja de cupcake.

*Max é mais sombria nop jeito de se vestir, irônica, banca a mal-humorada, mas sabe rir de si mesma e da situação que vive. Interessa-se por caras errados e é apaixonada pelo seu amigo barman. Já Caroline é uma prozac humana, sempre enxergando algum potencial para o negócio de cupcake das duas, é uma empreendedora nata que possui um cavalo, Chestnut, de estimação. Além delas, o ponto alto é o Han Lee, um oriental fofinho, inteligente que quer ser “cool” e sempre tem ideias novas p/ lanchonete que são vetadas por Max. A premissa não é grande coisa, mas a dinâmica e o diálogo dos personagens são os pontos fortes dessa série.


The lying games / Ringer

As duas falam de irmãs gêmeas (uma rica e outra pobre) que trocam de lugar e uma (sempre a pobre que fica no lugar da rica) tenta entender os segredos obscuros da vida da mimada. Ringer é um The lying games p/ adultos e traz a volta de Sarah Michelle Gellar (eterna Buffy) às telas. Embora a atuação de Gellar seja medíocre, a história da série é envolvente e intrigante, tem tudo para ser um sucesso.

Já The Lying Games também é inspirada pelos livros da Sara Shepard (autora de Pretty Little Liars, que também virou série), logo, não tem como ser ruim. Um mocinho lindo e fofo, roupas magníficas e mansões, suspense.. A série é viciante! Tão boa quanto Pretty Little Liars ;D

Grimm

Sinopse: Lembra dos contos de fadas que seus pais contavam quando você era criança? Aqueles contos não eram meras alegorias, eram avisos. Nick Burkhardt (David Giuntoli) achou que estava preparado para a realidade de trabalhar como detetive policial até ele começar a ver coisas inexplicáveis. Tudo fica ainda mais complicado quando ele descobre ser um dos últimos descendentes de um grupo de caçadores sobrenaturais chamados “Grimms”.

*Pode ser que lembre Supernatural (nunca vi essa série a não ser por comercial), mas quem é fã das historinhas dos irmãos Grimm, vai adorar vê-las mais macabras. Os “monstros” são até toscos, mas um policial bonitinho investigando mortes/desaparecimentos causados por essas criaturas é bem interessante.

Bar Karma

Sinopse: Quando uma porta se fecha, outra se abre. E quando a porta abre-se para o bar mais misterioso do universo, coisas estranhas começam a acontecer. Bar Karma, é um boteco místico que viaja no tempo e no espaço, sem se prender ao tempo e espaço. Sua Happy Hour começa quando seus clientes entram. Assim quando eles precisam mais do que uma bebida forte as portas do bar se abrem. Em cada happy hour, os atendentes do Bar Karma servem de guia a uma alma perdida que está numa encruzilhada da vida. Usando visores misteriosos, eles vislumbram o passado, o presente e possíveis futuros. Alguns pensam que é o destino, outros acreditam que o livre arbítrio os levou ao bar. Mas nenhum deles irá passar pelas portas Bar Karma sem estar mudado para sempre.

*Quando eu estou a fim de começar a assistir uma série nova, eu vejo um nome diferente e leio a sinopse, e foi exatamente assim com Bar Karma. A série é extremamente interessante, porque por mais “syfy” que seja, todo mundo tem que fazer escolhas na vida, e a série mostra as escolhas que as pessoas fazem, mostrando a elas várias possbilidades e suas consequências, e a partir de suas escolhas, conseguimos identificar as prioridades na vida delas. Eu diria que tem um “quê” de espiritismo com ficção, e esse é o charme da série.

Espero que essas dicas sirvam p/ vocês curtirem ns férias ;D

Bjins

Anúncios

3 comentários sobre “Novos seriados que valem a pena acompanhar

  1. Então, muitos comentários a fazer!
    – realmente, eu não dava nada por 2 Broke Girls, e agora acompanho loucamente! É muito bom, a Kat Dennings tem um jeito de garota do Brooklyn sensacional, e o Johnny… ah o Johnny *-* A série tem mesmo umas sacadas muito boas e não morre na simplicidade.
    – New Girl… bom, o que dizer, eu sou fã da Zooey Deschanel, então é difícil eu não gostar de nada que ela faça. A série realmente tá fraquinha, engatinhando ainda, mas acho que tem potencial.
    – The Lying Game é bem legal, e aquele namorado bad boy da Emma/Sutton é tão…WOOOOOW!! Mas não sei, por algum motivo que foge à explicação, eu não empolguei o suficiente pra acompanhar, igual PLL… não sei, a chatice das protagonistas pode ter muito a ver com isso!
    – Ringer: ainda não vi, vou dar uma olhada no piloto e mais uns dois pra ver o que eu acho
    – Grimm: essa eu já tinha ouvido falar SUPER bem, e depois de ler aqui, me interessou!
    – Bar Karma: taí uma que eu nã tinha visto comentários ainda, e me chamou MUITA atenção! Tudo que tem esses paralelos espaço x tempo me atrai, acho que eu vou curtir! E não sei porque, mas a sinopse me lembrou vagamente 'O guia do mochileiro das galáxias'…

    Curtir

  2. Pra variar não estou por dentro das novidades das séries (sobretudo das femininas). Dessas a que mais me interessou foi Grimm; ando lendo alguns contos de fada “originais” pela internet e vendo que a coisa tem um outro direcionamento, bem diferente das versões disney. Também talvez reservasse um tempo para Bar Karma, parece interessante. Essa 2 Broke Girls ando vendo só os comerciais na Warner, mas não foi nada que me sobressaltasse as sobrancelhas… por ora.

    Beijos

    Curtir

  3. Ana Carolina

    De todas essas achei que Bar Karma parece interessante, The lying games é muito legal, acho toda aquela confusão com os pais e tal empolgante!
    Eu adoro New Girl, acho q eh um humor diferente, eu rio bastante hahaha o Douchebag Jar do Schmidt, e a turtle face do Nick são coisas hilárias!
    bjss

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s