Inocência

Mais um texto meu (na falta de coisa melhor) e o blog tá de cara nova, o que vocês acharam?


Inocência

Ela era uma pequena menina (e não uma menina pequena) que ainda colocava uma meia em cima da lareira no Natal. Ela ainda seguia as pegadas na Páscoa em busca de seu ninho. Ela ainda colocava seus dentes de leite embaixo do travesseiro para ganhar dinheiro. Ela acreditava que seu primeiro amor ia durar para sempre.

Ela via sua mãe apanhar constantemente de seu marido e acreditava que um dia aquilo ia ter fim. Ela acompanhava os noticiários todo dia e ainda assim acreditava que a paz venceria a guerra e que os políticos corruptos pagariam por tudo que fizeram. Ela acreditava que ia mudar o mundo.

Seu irmão já tinha parado de acreditar há muito tempo. Debochava de suas utopias e não se chocava mais com a realidade. Ele se acostumou. Ele perdeu a capacidade de se revoltar, de chorar, de sorrir, de se alegrar. Tornou-se apenas mais um entre milhares de pessoas que se conformam e que passam pela vida. Vivem sem se deixar viverem.

Ela ainda acreditava que o sol ia nascer no dia seguinte, mesmo com o tempo dublado. Ela ainda acreditava que há um baú de tesouros no final do arco-íris. Ela ainda acreditava que sonhos podem se tornar realidade. Ela ainda acreditava.

Ela era só uma criança.

That’s all..

;*

Anúncios

2 comentários sobre “Inocência

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s