Rock in Rio, eu fui!

Olá,

Post previsível o de hoje, não? Mas é claro que eu não poderia deixar de falar do maio festival de música o qual eu tive a oportunidade de ir ontem. Acho que esse post pode vir a ser esclarecedor p/ quem ainda vai nos outros dias, então vamos lá!

Transporte:

Muitos ônibus saindo de 15 pontos do Rio o tempo todo. Fácil p/ ir. Eles param logo depois da HSBC Arena, então você anda pouco até a Cidade do Rock. Se não souber o caminoh, é só seguir o fluxo que não tem erro.
Comprei o Rio Card Rock in Rio, mas só usei na volta. O que você não usar desse cartão, eles devolvem o dinheiro ou é convertido p/ passe normal, após o término do festival. Este cartão poderá ser recarregado normalmente como os que a gente usa no dia-a-dia. Se você não comprar o cartão, vai ter que andar 2km na volta p/ pegar o ônibus. Com o cartão, você anda 250m e tem mais de 400 ônibus executivos esperando por você. Vale a pena!

Preços:

Obviamente, tudo é um absurdo de caro. As camisetas custam R$ 85,00 lá dentro, os chaveiros e bótons são R$ 15,00. Tem bolsas, bonés (R$ 45,00) e outras coisinhas caras tabmém..
Como vocês podem imaginar, as filas lá são quilométricas para tudo e por causa disso, eu desisti de comer lá. MUITA gente na fila do Bob’s, filas confusas e comida cara! O cheeseburger lá é R$ 7,00, o Bob’s picanha é R$ 12,00, o Milk-shake de ovomaltine é R$ 7,00 e a cerveja também. A pipoca é R$ 10,00 e a fila também é gigante. Então, tentem ir alimentados p/ lá ou levem biscoitos de casa ;D

Os shows

Cheguei lá por volta das 17h da tarde, então decidimos ir na montanha russa. Ficamos na fila por 2h e pegamos muita chuva (as atrações param com as chuvas e demoram mt p/ voltar a funcionar), mas foi legal. Tem um DJ bom na fila desse brinquedo, então me distraí ouvindo Green Day, Rolling Stones, Foo Fighters, Beatles, etc. Da fila também dava p/ ver o palco Sunset com o Milton Nascimento e a Esperanza Spalding.. Não posso falar desse show pq não prestei atenção, mas parece ter sido uma mistura interessante…

Saí da montanha russa e já estava na hora de começar as atrações no Palco Principal.. Já que estava lá, assisti ao NX Zero. Sabe que não foi tão ruim assim? Não curto as músicas e tal, mas eles são bons músicos e o Di é carismático. A apresentação foi curta, uns 40 minutos e terminou com “Razões e Emoções” que todo mundo conhecia.
Entre um show e outro levava uns 20 minutinhos p/arrumar o palco e tal. Felizmente, todos foram pontuais.

O Stone Sour foi a segunda atração da noite e até que surpreendeu. O rock deles é bem mais pesadinho, mas o vocalista (bonitão hahaha) parecia estar encantado por cantar p/ tanta gente e o povo tava bem animado. Valeu a pena conhecer o trabalho deles ;D

Às 10h da noite começou o show do Capital, e um Dinho desbocado (o normal) entrou muito empolgado cantando “Como se sente” do último álbum da banda. A apresentação só teve 1h, mas foi a mais cantada por todo mundo. Talvez com exceção da 1ª música, que por ser mais recente nem todos conheciam, de resto foi cantoria o tempo todo. Destaco “Que país é esse” que foi dedicada ao Sarney e 100 mil pessoas cantando “É a porra do Brasil” foi incrível. A indignação era geral, mas espero de verdade que não tenha sido só p/ fazer parte do show. 100 mil vozes revoltadas, mas dessas 100 mil, quantas não devem ter contribuído na hora de votar p/ eleger tanta merda?

Outra coisa legal foi o fato do Dinho ter homenageado o Rafael Mascarenhas (filho da Cissa Guimarães, que foi morto num acidente), que era uma grande fã do Red Hot e teria feito aniversário ontem, e dedicou a ele a música “Como devia estar”. O fato dele ter dado água p/ pessoal da grade e ter pedido p/ pessoal parar de empurrar, demonstrou preocupação e carinho com a plateia.

O ponto alto do show foram as músicas da época do “Aborto Elétrico” como Música Urbana, Fátima e Veraneio Vascaína. Mas é claro que Primeiros Erros, Natasha, Independência e A sua maneira fizeram a alegria do povo.

Snow Patrol era a segunda banda que eu mais esperava, porque eu conheci o trabalho deles há muito tempo enquanto estava zapeando e parei p/ ver o V Festival em que eles tocaram. Comprei todos os CDs e virei fã da sutileza e “fofura” das músicas. Sim, as músicas são bem paradas e eu notei que foi o show mais desanimado, com gente dormindo, mas mesmo assim foi muito bom. Eles abriram com “You’re all that I have” e encerraram com a famosa “Open your eyes” que eles erraram, mas que acordou os dorminhocos e fez um belo coro de encerramento. Eu particularmente gostei muito de Chasing Cars e Chocolate porque são as minhas preferidas há um tempo. A participação da Mariana Aydar em “Set fire to the third bar” também foi linda.

Red Hot Chili Peppers. O que eu posso dizer? Que foi absolutamente f*** demais quando o Anthony Kiedis subiu no palco e começou a cantar Monarchy of the roses? Ou que a galera foi a loucura quando logo depois ele tocou Can’s Stop? Eu nem acreditei quando ele cantou Otherside (minha preferida), foi sem dúvidas o coro mais lindo do show.
Throw away your television, Under the bridge, Dani California e Higher Ground foram muuuuuuuuuuuuuuito legais ao vivo. Mas o ponto alto foi definitivamente Californication e By the way. Indescritível!

Antes do bis eu resolvi ir embora porque estava exausta e nem gostava das que eu sabia que ele ia tocar, então de muuuuuuuuuuito longe eu vi a 1ª música do bis (nem vi que ele homenageou o Rafael Mascarenhas, vi agora na net. MUITO legal da parte da banda ter feito essa mega homenagem) e escutei as outras 2. (Muita gente foi embora antes do show acabar p/ pegar o ônibus tranquilamente e não enfrentar um tumulto).

Resumindo: o Rock in Rio é uma experiência muito bacana e diria até obrigatória p/s fãs de música. É exaustivo, mas vale a pena. Se eu voltaria? Não sei, porque eu gosto de VER o show com conforto e nesse caso, eu basicamente ouvi e vi o telão, mas valeu pela energia que é.

Obs: a área VIP é muito afastada do palco, fica atrás de todo mundo, só é mais alto logicamente. Ficaria muito p*** em pagar quase mil reais (R$ 880,00 + um cartão que lhe dá direito a essa compra que custa R$ 79,00 eu acho) p/ isso.

Foi isso…

Bjsss

Anúncios

3 comentários sobre “Rock in Rio, eu fui!

  1. Ana Carolina

    O show do RHCP foi mt foda msm, td mundo cantando as músicas, adorei!
    Snow Patrol foi tão fofinho, não é um show mt animado, mas é bonitinho, acho q não combinava com o Red Hot e a maioria tava lá pra ver eles!
    bjss

    Curtir

  2. O que mais ouvi esta semana foram pessoas falando como o RiR foi sensacional. Sabia que vc estaria 'cobrindo' todo o acontecimento. Se eu tivesse ido, as dicas seriam mega-válidas, mas eu (agora um segredo!) não fui e acabei me arrependendo depois de ter visto pela TV o dia do Coldplay.

    Snow Patrol quase não agradou às pessoas com as quais falei, mas Capital e Red Hot são sempre irados, né não?

    Beijos

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s