Literatura em quadrinhos

Olá,

atendendo novamente a pedidos, farei outro post literário, mas dessa vez focando em livros irreverentes e que usam os quadrinhos para contar suas histórias.

Gravem este nome: Hervé Bourhis porque ele é genial. Fãs de quadrinhos e literatura tem dois pratos cheios com “O pequeno livro do rock” e “O pequeno livro dos Beatles” que contam a história do rock e do Fab Four, respectivamente, de modo irreverente e concisa.

Veja abaixo as descrições do livro (que eu peguei no site da submarino) que resume perfeitamente uma das obras:

A história do rock em quadrinhos

“Jamais tive uma overdose; não vi os Sex Pistols no Chalet du Lac; não estive no Bronx nos primórdios do hip-hop; não vi os Beatles ao vivo no Ed Sullivan Show; não fui aos shows do Elvis em 55; não compartilhei groupies com o Led Zeppelin; não sou um crítico de rock profissional; não tenho vontade de ser completo, objetivo ou de boa-fé. Em suma, não tenho nenhuma legitimidade para escrever este livro, e foi por todas essas razões que mesmo assim o escrevi.” Não é à toa que Hervé Bourhis inicia assim o seu Pequeno Livro do Rock.

Cansado de ver tantas compilações de notícias e informações repetidas sobre o rock´n´roll, esse francês de 35 anos, amante da música e do desenho, decidiu escrever ele mesmo o seu diário particular do rock com base naquilo que leu, ouviu e respirou durante décadas em revistas, canções e filmes que marcaram as gerações dos cinco continentes..

Ilustrado ano a ano através de capas de discos, letras de músicas, cortes de cabelo, fatos e boatos, o autor fez questão de não se deter apenas em ícones do gênero, retratando situações curiosas sobre personagens desconhecidos, os quais, de alguma forma, tiveram papel importante nesse cenário. Há ainda as ´batalhas´, onde Hervé, de maneira divertida, lista e compara _como faz todo bom fã de rock _discos de dois artistas ou grupos diferentes: Chuck Berry ou Little Richard, Lou Reed ou David Bowie, Nirvana ou Pixies? Quem será o vencedor? .

Ao fim, quem sempre sai vencendo é o leitor. Mesmo aqueles que não são fãs de carteirinha se sentirão parte dessa história, “A única que realmente nos afetou, a única na qual nos envolvemos. Um livro que se folheia seguindo a ordem, na desordem, pouco importa. Um livro que se ouve. No qual a trilha sonora gira em círculo dentro de nossa cabeça” – do prefácio de Hugo Cassavetti.

->No decorrer do livro ele recomenda músicas dos mais variados estilos (todos sabem como o rock é abrangente) e fala muito do rock francês que até então, para mim era uma incógnita. A retratação dos grandes nomes do rock em quadrinhos e a forma que ele conta a história é cômica e a cada página você vai conhecendo vários nomes (e relembrando também) desde 1915 até 15 de junho de 2009 e nas páginas finais ele faz uma seleção de singles de 1950 a 2009 para nós conhecermos (e lista várias músicas de TODOS os anos entre essas décadas). Ainda tem o Bônus do Bônus com piadinhas, tops e a discografia do Neil Young.

Abaixo uma das páginas do livro para vocês terem o gostinho de como é:

Já “O pequeno livro dos Beatles” segue a mesma fórmula e é um livro obrigatório para qualquer beatlemaníaco e para quem não conhece a história deles também porque conta tudo de modo resumido e irônico. Outra coisa que eu adorei é o fato dele falar de TODOS os álbuns deles enquanto banda e posteriormente também, é um livro que narra a trajetória deles depois do término e faz críticas dos álbuns solos de todos sem exceção. Para quem não sabia que o George e o Ringo gravaram vários discos também, agora vcs vão ter a chance de conhecer a discografia toda de todos ;D

Já o Henrik Lange também resolveu contribuir com a literatura em quadrinhos ao lançar “90 livros clássicos para apressadinhos” onde ele resume em QUATRO quadrinhos por página a história daqueles livros que muita gente não tem paciência para ler e para quem já leu, vai se divertir ainda mais com a objetividade e irreverência de sua escrita e dos desenhos. Clicando na imagem abaixo vocês podem ver o resumo que ele fez de “O Senhor dos Anéis”:

Como não dá p/ ler, eu (como sou mt boazinha) vou transcrever p/ vocês:

1º quadrinho: o título (dãããã)
2º: Frodo é um hobbit que encontra um anel mágico que controla o mundo. Mas o anel é do mal, por isso tem que se livrar dele.
3º: Parece que tudo que é de ruim na Terra Média vai atrás dele, mas ele consegue se safar.
4º: Frodo consegue chegar na Montanha da Perdição e o anel é destruído pelo fogo e o mundo está a salvo de novo. Até que isso daria um bom filme, né?

Ótimo, né? Olha que o Senhor dos Anéis é um dos poucos livros que eu não consegui passar do 1º capítulo e um dos poucos filmes que me fez dormir de tão chato que achei, e agora nem preciso tentar ler (ou ver os filmes) de novo pq já sei tudo que acontece =)

Se vc é um apressadinho e/ou fã de boa literatura, eis minhas recomendações ;D

Bom fim de semana!

Bjss

Anúncios

2 comentários sobre “Literatura em quadrinhos

  1. Parece que recebo um troféu a cada nova pessoa que enxerga os quadrinhos como uma linguagem legítima, original e eficiente. Sem aquela conversa vazia de “quadrinhos é coisa de criança”. Com a graça de Deus, o número de autores está crescendo nesta área e o número de editoras interessadas também.

    Fico feliz que uma futura crítica-jornalista da cultura pop esteja ligada a esta mídia. Foi-se o tempo que quadrinhos era sinônimo de super-herói. Hoje, vemos histórias seríssimas publicadas em quadrinhos, de uma menina que vive no meio da guerra da Palestina a biografias completas de Buda e Che Guevara.

    Não me surpreende que este tema de música se encaixe muito bem nos quadrinhos. A narrativa dessa linguagem tem muitos elementos capazes de prender o leitor e passar uma ideia que não teria a mesma força apenas em palavras. Já vi estes 3 livros na livraria e realmente parecem muito legais.

    Citando o gênio dos livro-quadrinhos: Scott McCloud.

    Ótimo post, obrigado por trazer o assunto a tona e tratar os quadrinhos com o respeito que ele merece!

    Beijos

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s