Green Day in Rio

Acho que é impossível descrever o que eu senti quando eu vi a minha banda preferida entrar no palco. Depois de anos de espera, Tré, Mike, e Billie estavam ali relativamente perto de mim começando um show que eu já sabia que seria o melhor da minha vida.

Mas vamos começar do começo.

A banda de abertura foi a Zander que tinha um instrumental até muito bom, embora não variasse de uma música p/ outra. Eu não entendia o que o cara cantava, mas acho que a culpa era do som deles que eu achei que estava alto além da conta. Cada vez que o baterista batia no prato eu achava que ia ficar surda, mas enfim, foi bem rápido.

Depois ficou aquele intervalo onde a equipe prepara os instrumentos do Green Day e ficam rolando músicas como Should I stay or should I go do The Clash, Surrender do Cheap Trick (só eu que cantei junto xD), Revolution dos Beatles e até mesmo YMCA. Nessa hora entrou alguém (acredito que era um deles, mas não sei dizer ao certo) vestido de coelho com duas garrafas de cerveja na mão p/ entreter o público. O coelho pinguço fez sucesso.

Quando começa “Do you remember rock n’ roll radio?” dos Ramones, o som aumenta e a gente já sabe que é o início do show porque logo depois começa “Song of the century” enquanto o grupo entra no palco.

Começa 21st century breakdown e eu achei que fosse morrer de tanta gente pulando junto, mas é só pular junto que fica na boa (e não tem como não pular). Vou colocar o set-list todo no final, ao invés de falar de cada música.

O show é um espetáculo e é muito divertido. Várias pessoas subiram ao palco, em “Are we the waiting” uma fã sortuda (infelizmente não fui eu xD) ficou abraçada com o Billie, dançou com ele e ganhou um beijo. Duas crianças também subiram e se jogaram de lá. Depois foi um grupo de pessoas e se juntaram a eles. Em Longview, ele chamou uma menina para cantar no lugar dele e ela assassinou a música e foi vaiada (fiquei com pena, mas ela nem devia está ligando porque afinal estava no palco e ela que quis subir, eu teria feito o mesmo), ele disse que ela precisava treinar mais e chamou um cara para subir lá. O cara cantou direitinho, soube animar a galera e ganhou uma guitarra.

Aliás, o Billie atirou camisas para as arquibancadas p/ povo da pista vip e comum, além de jogar papel higiênico também, mas ficou um efeito legal que parecia serpentina, além de ter mostrado a bunda e tacado água no público algumas vezes. Em várias músicas tiveram fogos, em 21 guns teve “chuva de fogos”, foi lindo! No final de Minority, teve chuva de papel…

Em vários momentos o Billie fazia o seu famoso “I say heeeeeeeeeeeeeeeeeeeey-hoooooo”, disse que o nome da banda agora seria Green Rio, que o Mike era o novo presidente do Brasil (bem que podia, heim?), que o Brasil era o novo lar deles e que todos os shows que eles faziam (em vários lugares do mundo) SEMPRE tinha uma bandeira do Brasil.

Em Nice Guys Finish Last, Burning, Brain Stew, Jaded, Basket Case, She e outras antigas e em St Jimmy tiveram rodinhas “de briga” do meu lado (tinha que ser do meu lado, né?), mas eu tava tão feliz que nem liguei e empurrava de volta se caíssem em cima de mim. Embora já esperasse, me surpreendi como tinha gente que não cantou essas músicas e ficaram paradas, mas não deviam conhecer pq devem gostar das músicas recentes, o que eu respeito pq cada um tem um gosto e tem direito de gostar e não gostar de certas músicas.

Depois de When I come Around, teve um pout-pourri com Iron Man / Rock N’ Roll / Sweet Child O’ Mine / Highway to hell. Na música do Guns, Billie fez uma voz fina debochando de Axl. Gente Black Sabbath, Led Zeppelin e AC/DC foi MUITO maneiro, mesmo que tenham sido só um pedacinho de cada.

Em King for a Day, Billie colocou um boá rosa e um chapéu de policial, Mike botou umas orelhinhas, um músico de apoio estava de Elvis e Tré colocou um chapelão e sutiã e fizeram um cover com Shout / Blitzkrieg Bop / Break On Through / Satisfaction / Hey Jude. Eu fiquei extasiada com Ramones (cantado por Tré Cool e Billie na bateria), The Doors, Rolling Stones e Beatles, simplesmente fantástico.

Boulevard of broken dreams, Holiday, American Idiot, Wake me up when september ends, 21 guns e as outras músicas dos dois últimos álbuns sem dúvida foram as mais cantadas. O público definitivamente está mudado, tinha muito adolescente e não muitas pessoas com mais de 20 anos (old school) no público. Embora eu seja fã relativamente recente da banda (confesso que comecei a conhecer em 2004 com o AI), eu conheço TODAS as músicas e tenho TODOS os cds. Eu gosto de todas as fases do Green Day, então eu cantei tudo e fiquei muito satisfeita, mas eu via claramente pessoas boiando em 2000 light years away, Geek stink breath e outras dos anos 90.

Acho que é justamente por ter tanta gente mais novinha que foi um show cheio de efeitos, brincadeiras e interatividade, porque mesmo sem isso tudo o show teria sido ótimo. Tem gente que acha que show não é espetáculo e que não precisa de nada disso, eu confesso que acho um máximo quando tem fogos e a coisa toda, é mágico.

Isso vai ficar brega, mas dane-se hahaha Eu realizei um sonho ao vê-los ao vivo, mesmo depois de 3 horas eu queria mais e cheguei em casa toda doída de tanto ter pulado, não sei como não cheguei sem voz…

Give me novacaine (amo³³³³³³³³³³³ essa música)
//www.youtube.com/get_player

Wake me up when september ends
//www.youtube.com/get_player

Setlist:

Song of the Century
21st Century Breakdown
Know Your Enemy
East Jesus Nowhere
Holiday
Nice Guys Finish Last
Give Me Novacaine
Letterbomb
Are We the Waiting
St. Jimmy
Boulevard of Broken Dreams
Burnout
Geek Stink Breath
Hitchin’a Ride
Going To Pasalacqua
2000 Light Years Away
When I Come Around
Iron Man / Rock N’ Roll / Sweet Child O’ Mine / Highway To Hell
Brain Stew
Jaded
Longview
Basket Case
She
King for a Day
Shout / Blitzkrieg Bop / (I Can’t Get No) Satisfaction / Hey Jude
21 Guns
Minority

Encore:

American Idiot
Jesus of Suburbia

Encore 2:

Whatsername
Wake Me Up When September Ends
Good Riddance (Time of Your Life)

********************

P/ quem é fã do Harry Potter, leia essa matéria e deixe seu comentário ;D

Boa semana!

Bjss

Anúncios

4 comentários sobre “Green Day in Rio

  1. engraçado que no auge da minha fase MTV, eu gostava bastante do Green Day – apesar de sempre confundi-los com o Offspring haha
    mas gostava principalmente das músicas mais antigas. daí veio American Idiot e eu não aguentava mais aquela música! fui voltar a ouvir depois do clipe com a Evan Rachel Wood e o Jamie Bell *-*
    deve ser muito bom curtir a banda preferida assim de perto… a minha vive ignorando o Brasil, mas beleza =)
    beijos!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s